domingo, 30 de dezembro de 2012

Feliz 2013, adeus 2012...

Desejo a todos que por aqui passarem um feliz ano de 2013 com tudo de bom, saúde, trabalho e muito amor...

Claro que não podia deixar de desejar muitas leituras neste ano que vai começar, leituras que nos deixem felizes e satisfeitos. E como estamos em período de retenção monetária força ai a pesquisar livros nas bibliotecas, a reler livros que gostamos...o que interessa é ler e estar satisfeito com isso.

Bom ano de 2013 com muitos livros à mistura;)

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Desafios para o ano de 2013...









Encontrei este desafio no Blogue Livros no tempo e vou seguir achei muito engraçado e vai dar algum trabalhinho a escolher os livros...

Acho que todas as coisas ficam mais fáceis quando a gente as transforma em brincadeira.
E o ato de ler, apesar de já ser um prazer em si, fica ainda mais divertido quando a gente acrescenta umas brincadeirinhas extras.

A Dona Tatá chamou e lá vou eu participar do Desafio Literário de 2013.
É coisa simples. Um livro por mês, sendo cada mês com um tema específico.  Só não vale releitura.

Como se não bastasse a diversão garantida, ainda tem promessa de brindes...

Procurei fazer as minhas escolhas nas minhas prateleiras pessoais já que, embora eu adore comprar livros, também é bom ler os que já foram comprados, né? 

Janeiro - Tema livre
Como é livre, vale qualquer um... Deixo para escolher no calor do momento.
Fevereiro -  Livros que nos façam rir
Nesta categoria, vou na certa:  P.G. Wodehouse sempre me faz rir.
E como tinha um dele na estante, aguardando, não foi preciso nem pensar:  "Sem dramas, Jeeves" é a escolha.

Março - Animais protagonistas
Várias opções na estante:
"Memórias de um burro" - Comtesse de Ségur  
"La jument verte" - Marcel Aymé - Sobre uma égua que foi pintada em um quadro...
"Quincas Borba" - Machado de Assis - que só agora descobri se tratar de um cachorro! (O Quincas, não o Machado...)
"Les contes du chat perché" - Marcel Aymé  - Contos de animais 
"Moby Dick" - Herman Melville - a baleia mais famosa do mundo

Abril - Uma ou mais das quatro estações no título
Légendes d'Automne (Legends of the Fall) - Jim Harrison - Gerou o filme Lendas da Paixão com o Brad Pitt
Como alternativa, gostaria de ler Sonhos de uma noite de Verãodo Shakespeare, mas precisaria comprá-lo...

Maio - Livros citados em filmes
Essa categoria me deu um pouco de trabalho. Eu queria um livro legal citado em um filme que eu também achasse legal.
Acabei ficando com "Persuasão" ou "Razão e Sensibilidade" da Jane Austen, citados, como todos os livros dela, no filme "O Clube de Leitura de Jane Austen".

Junho - Romance psicológico
Foi fácil. "Crime e Castigo" de Dostoievski, que já pisca os olhinhos para mim da estante há muito tempo...
As Ligações Perigosas - Choderlos de Laclos também é uma opção. 

Julho - Cor ou cores no título
Também tenho várias opções:
O Corsário Vermelho -  James Fenimore Cooper
O Vermelho e o Negro - Stendhal 
O Cavalinho Azul - Maria Clara Machado (teria que comprar)

Agosto - Vingança
A melhor opção, disparada na frente, seria o Conde de Monte Cristo, mas não vale releitura...
Então, estou tentada pela "Visita da Velha Senhora" - Friedrich Durrenmatt que, claramente, inspirou a "Tieta" do Jorge Amadoque também não está fora de cogitação.  Esses, no entanto, teria que comprar. 
Há quem entenda que "Grandes Esperanças - Dickens" também se inclua nesta categoria. Pelo que lembro do filme, não...  Se for, está na prateleira.  

Setembro - Autores portugueses contemporâneos
Fácil: "A Máquina de Fazer Espanhóis" - Valter Hugo Mãe.
Vi uma entrevista do autor e comprei. Agora, é só pegar na estante.

Outubro - Histórias de superação
Esse foi o problema. Eu gosto de ler os livros sem saber nada, antecipadamente, da história.  Gosto de deixar o autor conduzir a narrativa.  Daí, como saber se o livro trata de superação???
Tive que me violentar um pouquinho e olhar as sinopses de uns exemplares e escolhi Tempo entre Costuras - Maria Dueñas.
Sei que a personagem passa por problemas. Espero que os supere!!!
Outro que talvez se encaixe nessa categoria (tenho certeza não) é o Robinson Crusoé - Defoe, afinal passar 28 anos como náufrago é uma cota de problemas considerável.... veremos.

Novembro - Livros que foram banidos
A Bíblia, banida em muitos lugares do mundo, não vale, porque seria releitura.
Várias das outras opções conhecidas eu também já li (Cândido-Voltaire, Admirável Mundo Novo-Aldous Huxley, Alice no país das maravilhas-Lewis Caroll, 1984-Georges Orwell, A Revolução dos Bichos-Georges Orwell(de novo), A Casa dos Espíritos-Isabel Allende, O Crime do Padre Amaro-Eça de Queirós...).
Outras não tenho a menor vontade (Ulisses- James Joyce,  Lolita-Nabokov... ). 
Cheguei a pensar em "A origem das espécies - Darwin" mas não sei se teria paciência. 
Outra possibilidade é "O Apanhador no Campo de Centeio - Sallinger"..
Fico, por enquanto, com Madame Bovary - Gustave Flaubert.
Mas, até novembro, ainda posso mudar.

Dezembro - Natal
Novamente, a melhor opção já fora lida, o conto do Dickens.
A Agatha Christie, no entanto, providenciou duas opções: "O Natal de Poirot" e "A Aventura do pudim de Natal".  Terei que comprar qualquer uma delas, mas estão baratinhas nos sebos.
Uma outra alternativa seria uma historinha de Natal do Petit Nicolas... sei não...
Mas ainda tem muito tempo até dezembro de 2013!



LER 15 ESCRITORES QUE NUNCA TENHA LIDO:
1-
2-
3-
4-
5-
6-
7-
8-
9-
10-
11-
12-
13-
14-
15-




quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O Blogue deseja um Feliz Natal


Estes são os votos do blogue atmosfera dos livros para todos os seguidores e a todos os que por aqui passam...Feliz Natal, com paz e alegria nos nossos  corações ...

Claro que não podia deixar de desejar muitas boas leituras e muitas prendinhas literárias.

Feliz Natal e boas leituras!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Olha só para mim...

(retirado daqui)
Esta sou eu a ler livro de momento e já a pensar em todos os que tenho para ler na estante e fora dela...
Boas leituras é o que vos desejo nesta época festiva e maravilhosa que é o Natal.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Técnicas de leitura rápida...


Técnicas de leitura rápida:


1. Aumente sua velocidade de leitura a um nível confortável
2. Veja o livro como minérios, e não somente como ouro
3. Não fale as palavras, mesmo que em voz baixa – simplesmente leia-as
4. Acompanhe o texto com seu dedo
5. Não fique relendo palavras que passaram despercebidas – trate o livro como um filme
6. Use sua visão periférica
7. Aprenda a ler as palavras-chave (40 a 60% das palavras de uma páginas não são críticas nem importantes)
8. Faça uma leitura contínua, com no máximo 3 a 4 ‘paradas’ em cada linha
9. Faça pausas durante a leitura. Estipule metas (100 páginas em 1 hora, por exemplo) e recompense-se caso atinja-as
10. Determine um tempo para a leitura total. Crie metas cada vez mais altas, para aumentar sua velocidade
Técnicas de retenção
1. Faça marcas e anotações – isso ajudará a criar uma imagem mental do que lê
2. Dobre páginas importantes para depois retornar a leitura nelas.
3. Transfira as principais anotações para a parte da frente do livro. Dê maior importância àquelas que dão a sensação de que você esquecerá em 20 minutos caso não anote.
4. Quando terminar a leitura inteira, releia as páginas dobradas
5. Desenhe mapas de conteúdo em sua mente – tente lembrar do livro inteiro através de uma única página

Dicas para ler MAIS livros MAIS rápido

"Não adianta, se você é como eu que não pode ver um  bom livro  numa prateleira de livraria que não se aguenta e compra, mas depois vê a fila de livros gigante se  formando  na  sua  estante,  o post é  para você.

Esse ano eu li muito pouco. Li somente 19 livros, contando com o que eu estou lendo atualmente e já terminando. Mas como ler mais livros por ano e liminar a fila na estante?
Confere aí as dicas:
  • Tenha um nº de páginas como objetivo;
    Tenha uma meta diária. Eu, por exemplo, tenho como meta ler 50 páginas por dia, no mínimo. Assim sempre que eu completo as 50 páginas eu só termino o capítulo que estou lendo e dou minha dose de leitura do dia encerrada, se eu já estiver cansado. Mas quanto mais, melhor, certo? Se você quer ler mais de 50 páginas, ótimo! Um livro de 500 páginas, por exemplo, você lê em 10 dias, pouco mais que uma semana.
  • Leia um único livro por vez;
    Muita gente gosta e tem o costume de ler dois, três livros ao mesmo tempo, mas se a sua intenção é aumentar sua quantidade de livros lidos e compreender melhor a história, eu recomendo que você leia um de cada vez. Além de você se dedicar exclusivamente ao livro, podendo terminá-lo mais rápido, você não corre o risco de perder o rumo de uma história misturando com outra.
  • Intercale estilos;
    Terminou um romance? Leia um livro de fantasia agora. Um de terror depois, quem sabe? Intercalar os temas e estilos dos livros é ótimo, pois você se mantém entretido com a novidade do assunto e não tem vontade de parar de ler, podendo até ultrapassar sua meta de páginas lidas.
  • Encontre o local ideal para a leitura;Eu, particularmente, não consigo ler com muito barulho ao meu redor, por menor que seja. Procure um local agradável de você ler, onde você se sinta confortável, com uma boa iluminação e o mais silencioso possível. Outra dica é evitar lugares bagunçados. Locais com muitas coisas espalhadas tiram a sua atenção com facilidade. Não adianta, você tem de estar bem confortável para se concentrar e mergulhar de cabeça na leitura.
  • Leia e compartilhe dicas de leitura. Organize-se." (retirado do site clube de leitores)

domingo, 9 de dezembro de 2012

Como ler bem?


"Ler não é um ato mecânico, pelo contrário, deve ser um ato prazeroso completamente desligado da ideia de obrigatoriedade. Não é fácil gostar de ler. Quem não adquiriu o hábito durante a infância dificilmente se encantará a cada vez que entrar em uma livraria. No entanto, muitos já perceberam que ler é essencial para se conseguir algo nesta vida.

Se você não gosta de ler, mas ao menos gostaria de gostar, aqui vão dicas que podem ajudar-lhe a se entusiasmar – ou pelo menos a suportar a relação entre você e os livros. Primeiramente é importante ter a consciência de que saber ler não significa saber compreender e este é um problema sério em nosso país. Pelo menos 38% dos brasileiros têm dificuldade em interpretar aquilo que lê. Isto é grave e deve ser combatido. Como? Com esforço próprio.

A compreensão depende muito da bagagem cultural do indivíduo e é por este motivo que a maioria dos livros indica a faixa etária ideal para lê-los. Se você ainda é jovem, em torno dos 13 anos, procure livros que tenham a ver com você. Ler Machado de Assis nesta época não vai ajudá-lo a gostar deste grande nome da literatura brasileira. Cada coisa a seu tempo. Para gostar de ler é preciso ler aquilo que lhe dá prazer, mesmo que isto seja um gibi!

Para criar o hábito da leitura, reserve um tempo do seu dia para praticar. Para que isto dê certo é preciso ser rigoroso, nada de dizer “ah, eu leio amanhã”. Lendo todos os dias o ato passará a ser corriqueiro e com o tempo se tornará um hábito inadiável. O ato de ler pode ser encarado como um ritual: procure um local tranqüilo, confortável e bem iluminado. Separe algo para beber e fique confortável (debaixo de uma mantinha quente ou de ar condicionado bem potente). Se você passar a ler em condições impróprias, o ato de ler pode ser associado à idéia de desconforto e aí “tchau” hábito da leitura.

Na ânsia de atingir o objetivo você pode acreditar que ler vários livros ao mesmo tempo pode ajudá-lo. Ledo engano. Um livro por vez é o indicado. Curta a história, entregue-se aos pensamentos e aproveite este momento (já ouviu dizer que ler é uma “viagem”?). Preocupe-se em manter um dicionário por perto, para poder consultar todas as palavras que não fazem sentido para você. Fazendo isto, além de compreender o que está lendo, a expressão passará a fazer parte do seu vocabulário.

Escreve bem quem lê muito e escreve melhor quem lê e escreve muito. Assim como o esporte, a leitura e a escrita devem ser exercitados. Quanto antes você começar, mais rápido atingirá o seu objetivo e lembre-se: o vestibular vem aí. Você está preparado para a redação?"

Por Marla Rodrigues
Equipe Brasil Escola

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Desafios para 2013...

Pois é, eu sei que ainda falta menos de um mês para acabar o ano de 2012 e ainda muito pode acontecer. Contudo tenho dado comigo a pensar em desafios novos e diferentes para o ano de 2013. Já tenho lido em alguns blogues desafios muito interessantes, contudo existem sempre  aqueles desafios que se vão repetindo de ano para ano e que eu não quero deixar de os continuar a referir ...São eles os seguintes:




Estes são os desafios que para já o blogue atmosfera dos livros desafia para 2013.Mas quero ver se encontro outros de outros blogues...

Encontrei este desafio no Blogue Livros no tempo e vou seguir achei muito engraçado e vai dar algum trabalhinho a escolher os livros...

1. Do Desafio
1.1 -O Desafio Literário é uma gincana  de leitura anual que se inicia no dia 1º de Janeiro de 2103 e termina no dia 31 de Dezembro de 2013. 
1.2 - Para completar o Desafio Literário, é necessário cumprir a leitura  pertinente a todos os temas propostos para cada mês do ano.

JANEIRO - TEMA LIVRE

Para aproveitar o tempo junto da família e dos amigos com muita leitura, o tema é livre! Aproveitem para escolher obras que, por algum motivo, não foram lidas no ano que se foi. Releituras não valem, pois o propósito maior do DL é desencalhar os livros daquela lista básica de leituras pendentes – que não para de crescer nunca.

FEVEREIRO - LIVROS QUE NOS FAÇAM RIR

No mês da alegria e da folia, está valendo quaisquer obras que despertem o riso pela comicidade presente no enredo.

MARÇO - ANIMAIS PROTAGONISTAS

Após as festas de fim de ano e o carnaval, quando a vida é retomada de fato, devemos ler obras cujos personagens protagonistas são os animais. Vale dizer que eles podem até compartilhar a posição de personagem principal com outros personagens humanos, mas nunca estando em menor destaque.

ABRIL - UMA OU MAIS DAS QUATRO ESTAÇÕES NO TÍTULO

Se a tendência é Outono/Inverno ou Primavera/Verão, não importa. A moda da vez é ler obras que contenham no título uma ou mais das quatro estações do ano.

MAIO - LIVROS CITADOS EM FILMES

Literatura e Cinema são tão intrínsecos! Para quem é cinéfilo, não será tão difícil escolher as obras citadas em filmes; para quem não o é não há motivo para preocupação. Nossa equipe irá preparar uma lista especial para atender aos objetivos não só deste mês como também de todo DL.

JUNHO - ROMANCE PSICOLÓGICO

No Brasil, o romance psicológico mais famoso é Dom Casmurro, de Machado de Assis. Até hoje, paira dúvida se Capitu traiu Bentinho. Este gênero literário, portanto, caracteriza-se por ressaltar a mente humana. O meio ambiente em que se passa a história é irrelevante se comparado ao pensamento e ao comportamento dos personagens, cuja intimidade é revelada pelo agir e sentir.

JULHO - COR OU CORES NO TÍTULO

Férias é tudo de bom para quem pode! Pena que o tempo no inverno é acinzentado, né? Então aproveitem o tempo livre embaixo do edredom e com muita leitura. Neste mês só está valendo obras que contenha no título cor ou cores.

AGOSTO - VINGANÇA

A vingança é o ato de agir contra uma pessoa em resposta ao que ela tenha feito de prejudicial, de modo que ela sinta na pele o que se passou e que não repita mais a ação nociva. É o famoso “Olho por olho, dente por dente”. Neste mês, devemos nos deliciar com obras cuja trama seja a da vingança.

SETEMBRO - AUTORES PORTUGUESES CONTEMPORÂNEOS

O ícone maior da literatura portuguesa é, sem dúvida, José Saramago – o único a receber o Prêmio Nobel. Mas que tal descobrirmos outros talentos literários de Portugal? Neste mês, então, devemos ler obras de autores portugueses contemporâneos. Com certeza, haverá grandes revelações literárias!

OUTUBRO - HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO

Quem sobrevive a grandes tragédias ou a graves doenças, comumente, relata sua experiência de superação, através da luta e da fé, pelos meios de comunicação locais, regionais, nacionais e internacionais. Neste mês, devemos ler histórias de superação – sejam reais ou fictícias e aproveitá-las como lições para toda a vida.

NOVEMBRO - LIVROS QUE FORAM BANIDOS

A leitura é tão importante para a formação do ser humano que, em vários momentos da história, determinados livros foram banidos por serem considerados, pelas autoridades, inadequados à população – que poderia ser subvertida por meio da leitura. Em novembro, que tal ler livros que foram banidos?

DEZEMBRO - NATAL

O ano passou voando! Para desacelerar o passo, devemos ler obras que falem do Natal – a época mais fraterna do ano. Entre um capítulo e outro, não se esqueçam de: montar o pinheiro, decorar a casa, comprar presentes, organizar o amigo secreto, preparar o cardápio e desejar FELIZ NATAL a todos!


Mais um desafio fantástico.
Nem tentei resistir.
Não me posso esquecer de colocar no blog oficial sempre que ler algum.

Janeiro:
Fevereiro:
Março:
Abril:
Maio:  
Junho:
Julho:
Agosto:
Setembro:
Outubro:
Novembro:
Dezembro:


Alguns exemplos para ajuda...
Janeiro - Tema Livre Sem indicações




Março - Animais protagonistas
3. Firmin
4. Dewey

Abril - Uma ou mais das quatro estações no título

Maio - Livros citados em filmes 1. Adeus, Minha Adorada (no filme Carter, O Vingador) 2. Love Story, Uma História de Amor (no filme Sombras da Noite) 3. A Caldeira do Diabo (no filme Minha Mãe É Uma Sereira) 4. Uma Ilha de Paz (no filme Sideways - Entre Umas e Outras) 5. Anna Karenina (no filme Mensagem para Você) 6. Orgulho e Preconceito (no filme Mensagem para Você) 7. No Caminho de Swann (no filme Na Estrada) 8. Assim Falou Zaratustra (no filme Pequena Miss Sunshine) 9. Romeu e Julieta (no filme A Bela e a Fera) 10. O Sol É para Todos (no filme Professora Sem Classe)

Junho - Romance Psicológico

Julho - Cor ou cores no título

Agosto - Vingança
7. Hamlet

Setembro - Autores Portugueses Contemporâneos

Outubro - Histórias de superação
10. Feia

Novembro - Livros que foram banidos
8. Lolita

Dezembro - Natal