sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Opinião I "Just Breathe - Apenas Respira" da escritora Sílvia Rodrigues Pais



Just Breathe - Apenas Respira
Sílvia Rodrigues Pais
Editora: Chiado Editora
Data de publicação: julho de 2015
N.º de páginas: 638 páginas
ISBN:978 989 514 403 7
Coleção: Viagens na Ficção
Género: Romance
 Sinopse:
"Emily Miller, uma rapariga doce, deixa a família e amigos em Los Angeles e vai estudar para a Universidade de Yale. Conhece  Liam Price, o típico bad boy dos tempos modernos, que vira a sua vida do avesso, obrigando-a a enfrentar os seus medos e a desenterrar fantasmas do passado.
Nova cidade, novos amigos, novas aventuras e novos amores se avizinham. Esta é uma história de luta contra demónios, de conflitos interiores, de vinganças, vitórias e derrotas. Conseguirá Emily finalmente ser feliz.
 
"Nada. Não sinto nada. Nem borboletas no estômago, nem arrepios, nada. Não senti nada tal como das outras vezes. Estou danificada. Não importa quantos rapazes eu beije, nunca vou sentir nada. Ele acabou comigo de vez. Ele tirou tudo de mim." - Emily Miller
 
Minha opinião:
Este livro foi lido na altura certa e quando isso acontece é fabuloso, pelo menos para mim como leitora. Trata-se de um típico YA, mas que me conseguiu prender ao longo das suas 638 páginas. Durante esta leitura muitos foram os sentimentos que senti, desde: alegria, tristeza, tolerância mas acima de tudo de paixão pelas personagens. Adorei o desenrolar da história, Emily é a típica miúda que concretiza o sonho de ir  para a uma faculdade onde o seu pai estudou, em busca de encontrar as emoções que tantas vezes o mesmo lhe contou. Excelente aluna, uma rapariga que não passa despercebia aos rapazes, especialmente ao bad boy,  Liam Price, e que mal chega a Yale faz logo um bom grupo de amigos.
Mas nem tudo na vida de Emily é tão simples como parece, ela tem um passado que a atormenta, que a persegue, acima de tudo que não a deixa viver em pleno tudo o que o ambiente de uma universidade pode permitir.
Não vou alongar mais a minha opinião, quero referir que gostei muito da história do modo como se foi desenrolando. Mas e porque por vezes existe sempre um mas...mais uma vezes não posso deixar passar a enormidade de erros ortográficos, de construção frásica, etc... que o livro tem. Existiu uma altura em que eu culpava exclusivamente a Editora Chiado Editora, devido há ausência de revisão ortográfica, mas neste caso, a escritora Sílvia deveria ter tido muito mais cuidado com a forma como escreveu. A sensação que tive foi que escreveu o livro, não o releu e enviou para a editora, esta por sua vez devido à ausência de revisores, publicou o livro sem sequer verificar as suas falhas.Contudo e apesar de me ter irritado com este aspeto, adorei a história, as personagens tão hilariantes e amei o Liam, a Jess, o Sam e claro a Emily. A protagonista deixou-me a pensar quantas Emily`s não andam por aí e na volta até as conhecemos e são nossas amigas.
Quero referir que coloquei de parte a enormidade de falhas de escrita e limitei-me a avaliar a história em si.
 
Recomendo vivamente a leitura.(tirando o facto já mencionado)
Classificação de 4**** no Goodreads.
 
Excertos:
"Eu sou o meu próprio demónio, eu que não me deixo viver." página 301
 
"Quero fugir do meu passado, mas mesmo a quilómetros de distância daquele lugar, do lugar onde tudo aconteceu, não consigo, os meus fantasmas seguem-me, o meu passado nunca vai ficar longe, parece uma perseguição." página 356


 
 
Boas leituras!

sábado, 8 de outubro de 2016

Opinião I "O Menino - Estrela" do escritor Oscar Wilde

O Menino-Estrela
Oscar Wilde
Ilustração: Raquel Costa
Plano Nacional de Leitura do 5º e 6º anos de escolaridade
Editora: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-72716-9
Edição: outubro de 2014
N.º de páginas:64 páginas
Sinopse:
"Dois lenhadores voltam do trabalho na floresta para casa, numa noite fria de inverno, quando veem uma estrela-cadente. Ao aproximarem-se do salgueiro onde a estrela caiu, deparam-se com uma criança envolta num manto dourado, enfeitado com estrelas. Um deles leva a criança para casa, onde ela cresce: um menino vaidoso e cruel.
Que dificuldades terá este menino de enfrentar até que encontre o verdadeiro sentido da humildade, respeito pelo próximo e amor aos demais?

A Coleção Educação Literária reúne obras de referência da literatura portuguesa e universal indicadas pelas Metas Curriculares de Português e pelo Plano Nacional de Leitura." retirado do site wook


Minha opinião:
Um livro que me cativou não só pelo tema mas muito pelas suas ilustrações, não posso deixar de dar os meus sinceros e honestos parabéns a Raquel Costa que com as suas belas ilustrações certamente consegue cativar muito mais leitores.
O tema está ligado com a moral dos nossos atos, tudo o que nós fazemos tem as suas consequências no futuro. Sejam atos bons ou maus é aqui na terra que recebemos os louvores bons ou maus relativamente a eles.
Esta história ganha pela sua simplicidade e pelo modo fácil que as crianças e adultos têm em entender a complexidade de todos os acontecimentos.
Confesso que seria muito bom que todos os meninos do 5.º e 6.º ano de escolaridade ou talvez até antes tivessem conhecimento deste conto de Oscar Wilde, mas não só pela leitura do mesmo, como essencialmente pela discussão do tema.
Recomendo a leitura a todos que gostam deste tipo de livros.
Classificação de 4**** no Goodreads.
Boas leituras!

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Opinião I "Harry Potter e a Criança Amaldiçoada" da escritora J. K. Rowling


Harry Potter e a Criança Amaldiçoada _ Parte um e dois
Autores: J. K. Rowling; John Tiffany; Jack Thorne
Editorial Presença
1.ª Edição: setembro de 2016
ISBN:978 972 23 5905 4
N.º de páginas: 368 pág.
Preço:17,91 euros
 
Sinopse:
"Em 2016 chega-nos em português o novo livro de Harry Potter, o célebre personagem de J.K. Rowling. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (Harry Potter and the Cursed Child) traz de volta as personagens mais carismáticas da série: Harry, Ron e Herminone, agora adultos, mas também os respetivos filhos e com estes desafios novos… e antigos:
- O que aconteceu depois de Hogwarts?
- E com o fim de Voldemort, estará o mal erradicado de vez?
Baseada numa história original de J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne, Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - a nova peça de teatro de Jack Thorne -, cuja estreia mundial decorreu no West End, em Londres, no passado dia 30 de Julho, é a primeira história oficial de Harry Potter a ser apresentada em versão teatral.
Foi sempre difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele se tornou num muito atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar.
Enquanto Harry luta com um passado que se recusa a ficar para trás, o seu filho mais novo, Albus, tem de se debater com o peso de um legado familiar que nunca desejou. Quando o passado e o presente se cruzam, pai e filho confrontam-se com uma desconfortável verdade: por vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

A oitava história. Dezanove anos depois.
"
 
Minha opinião:
 
Antes de dar a minha opinião, queria muito deixar aqui uma pequena chamada de atenção para quem ainda não leu este livro. Harry Potter e a Criança Amaldiçoada _ Partes um e dois, não é a continuação da saga de J.K. Rowling do pequeno feiticeiro Harry Potter, este livro é uma peça de teatro onde nos são retratados como seriam os nossos pequenos feiticeiros dezanove anos depois do grande final da saga. Achei importante fazer este à parte, por um simples motivo, tenho lido críticas negativas ao livro como se ele fosse um romance fantástico e não avaliando o livro como uma obra que retrata uma peça de teatro e que não é continuação da saga de Harry Potter.
Depois deste pequeno, grande:), a parte vou deixar aqui a minha opinião sobre este livro. Muito honestamente quando comecei a ler, como não estou habituada a ler peças de teatro, custou-me um pouco entrar no ritmo, mas depois deste início só me apetecia ter assistido à peça de teatro, pois deve ter sido fantástica. Claro que na minha mente, só imaginava as personagens adultas como sendo as mesmas que os filmes lançaram, assim tornava tudo mais real para mim.
Gostei muito dos filhos de Harry, principalmente de Albus, pois é uma das personagens principais do livro mas adorei o filho de Draco Malfoy, o Scorpius.
A história desenrola-se em torno da amizade entre Albus e Scorpius, o que na realidade, dezanove anos atrás seria muito pouco provável senão impossível.
Depois temos o desenrolar de uma história, que a meu ver está muito bem construída e que anda às voltas com um Vira-Tempo, em que estes dois rapazes andam para trás no tempo a fazer coisas que têm repercussões no presente.
Não vou adiantar mais no desenrolar desta história adorável, no meu ponto de vista.
Aconselho a todos que amaram a Saga do Harry Potter.
Classificação de 5***** no Goodreads

HARRY POTTER E A CRIANÇA AMALDIÇOADA: BASTIDORES 



Boas Leituras!