sábado, 14 de janeiro de 2017

Opinião I "Irmão Lobo" da escritora Carla Maia de Almeida


Irmão Lobo
Carla Maia de Almeida
Ilustração de António Jorge Gonçalves
Editora: Planeta Tangerina
ISBN: 978-989-814- 553-6
N.º de páginas:120 páginas

Sinopse:
Depois de O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca, que inaugurou a nova coleção, o Planeta Tangerina publica Irmão Lobo, com texto de Carla Maia de Almeida e ilustrações de António Jorge Gonçalves.
Numa narrativa a duas vozes, esta é a história de uma família obrigada a mudar de vida e de uma viagem por um país que se desmorona. Nela se cruzam a voz de Bolota, 8 anos, quando parte «em expedição pela estrada fora, em direção ao fogo e ao centro da Terra»; e a da mesma personagem, já adolescente, recordando a estranha aventura passada na infância.
Malik. Penso nele como um totem que mantinha a tribo unida, a tentar adaptar-se ao apartamento e a sonhar com o seu antigo tipi rodeado de verde.
Nas poucas fotografias que tirámos depois e ele partir, parecemos um punhado de moedas atiradas ao ar, caídas ao acaso, afastadas umas da outras. Esta, por exemplo, com a Blanche a olhar para mim, Alce Negro a olhar o céu, o Fóssil a olhar para os ténis e a Miss Kitty de óculos escuros, a olhar para dentro, para os lugares onde só ela entrava.
Depois daquele verão em que tudo começou a arder, nunca mais aparecemos os cinco nas fotografias. Foi o verão da Grande Travessia no Deserto da Morte. Ou simplesmente, o verão da Grande Travessia.
Lembro-me como se fosse hoje." retirado a contracapa do livro

Minha opinião:
Este livro faz parte do plano de leitura do terceiro ciclo de escolaridade, fazendo parte de uma leitura infantojuvenil.
Quando terminei esta excelente leitura recordei-me do livro "O Principezinho", logo conclui que este livro é para todas as idades e no meu ponto de vista, deveria ser lido por muitos adultos.
Ao longo do livro deparámo-nos com uma história de enredo forte que relata o desmoronar de uma família que se encontra em estado de rutura.
A narradora da história é Bolota que vai nos fornecendo uma perspetiva da sua vida aos 8 anos e aos 15 anos.

Gostei muito da forma como os dois pontos de vista se encontram organizado neste, páginas e diferentes cores e ilustrações extraordinárias.
As dúvidas, problemas e questões de Bolota na sua infância, de quem tem a ideia de ter nascido fora do tempo apresentada pela protagonista de uma forma de certo modo dura, conseguiu que eu como leitora, me sentisse dentro da própria história e olhar a mesma através do olhar da Bolota. As suas aventuras com Alce Negro, as suas viagens sem sair do lugar, encolhemos com ela face ao Homem de Gelo, sentindo como a própria Bolota o medo que se forma quando uma  família começa a desmoronar, eu sofri com a protagonista, pela antecipação e derrocada silenciosa que a sua vida acaba por levar.
Esta é sem dúvida uma história que nos fica no coração mas acima de tudo na alma.
É um livro que tenho a certeza que irei reler assim como faço com "O Principezinho" é um livro que me fez refletir muito, sobre a importância da família e o modo como a sua destruição pode criar uma quebra de afetos em todos os seus elementos.
Desengane-se quem pensa que é um livro infantojuvenil, este livro deve ser lido e relido em todas as idades.

Classificação de 5* no Goodreads.
Aconselho vivamente a sua leitura.

Boas leituras.
 

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

A Volta ao Mundo em Livro - 6.º país : França

Após já teremos lido livros de cinco nacionalidades diferentes, chegou a vez da França.
Depois de uma longa pesquisa na estante encontrei alguns livros de escritores franceses (confesso que foi uma enorme surpresa para mim), dado que temos três meses para ler escritores de nacionalidade francesa, eu acho que vou conseguir ler mais do que um, contudo o livro que selecionei para ser o primeiro foi:
Segundo o que estive a pesquisar este livro foi o grande inspirador para George R.R. Martin escrever a Guerra dos tronos, logo nada melhor para começar a ler Maurice Druon com o seu livro "O Rei de Ferro e a Rainha Estrangulada".

Devo contudo referir que recebi no natal, prendinha da minha querida mãe, um outro excelente livro de um escritor clássico francês, La Fontaine e o livro é As Lendas Completas de La Fontaine.
Também vou ler este livro mas não sei se o conseguirei fazer dentro da data prevista.
Deixo aqui as leituras que quero muito fazer de autores franceses. Apesar de surpreendentemente ter mais na estante estas estão em primeiro lugar. Depois logo se verá;)
Boas leituras!

domingo, 1 de janeiro de 2017

Maratona Ano Novo

Maratona literária de Ano Novo

O que é?
Esta Maratona do Grupo “No Conforto das Maratonas Literárias” tem como principal objetivo a leitura dos livros que muitas vezes se vão acumulando… É um incentivo..! Bem, o previsto é, mediante o grupo de participantes, se formarem dois ou três grupos, somando-se, no final, o número de páginas lidas de modo a ser possível estabelecer um vencedor e uma equipa vencedora…

Quem pode participar?
Todos podem participar! Não apenas bloggers literários, mas também todos os leitores que estiverem interessados no desafio.

Quando e como vai decorrer?
O planeado é a maratona durar o mês de Janeiro quase todo, do dia 3 de janeiro (desde o primeiro minuto – 0h00) ao dia 31 (até 23h59). Os resultados das equipas deverão ser anunciados no grupo até às 23h59 de 4 de fevereiro.

Como me posso inscrever?
Basta enviar um email para noconfortodoslivros@gmail.com ou comentar no tópico do grupo “No Conforto das Maratonas Literárias” (no Goodreads). No prazo de um dia, responderei às inscrições e indicarei o grupo do Goodreads (para os que não tiverem ainda aderido). São aceites inscrições até ao dia 1 de janeiro.

Como vai funcionar?
Como já sabem, formar-se-ão grupos de “competição”… Para tornar a competição mais interessante, decidi criar algumas categorias (os restantes livros são “à discrição”).


Faço parte da Equipa Ano Novo;)

1. Um livro que tens na estante há muito tempo por ler:


2. Um livro que tem uma capa bonita:
3. Um livro que recebeste no Natal:

Nota: as metas são individuas e poderão ser leituras ou releituras. Os livros escolhidos para as categorias terão de ser lidos por completo (caso contrário, no final, por cada categoria não cumprida, o participante perderá 30 pontos).

Regras
No dia anterior ao início da maratona, será publicada no grupo a divisão dos participantes pelos grupos (aleatoriamente). Sendo assim, até lá, têm apenas de fazer o seguinte:
1. Se é um blogger: publicar um artigo a apresentar a participação na maratona com o nome do “host” (No Conforto dos Livros – com link para no-conforto-dos-livros.webnode.com ). Ah! E deixar na barra lateral o selo da maratona…
2. Caso não seja: publicar no seu mural de facebook, afirmando que participa na maratona (com o mesmo nome e link).

Espero que participem e gostem!! Vai ser uma ótima experiência! ;)

Bem, vamos a isso?? :) É mais longa e, por conseguinte, mais tranquila..! :)

Vamos lá ver como corre esta Maratona;)

Boas Leituras.